A diversidade na escola e o diálogo enquanto exigência

Elidia Vicentina de Jesus Ribeiro

Resumo


O objetivo do artigo é propor uma reflexão acerca da presença da diversidade na escola e a necessidade do compromisso do educador com o desenvolvimento dos educandos, tendo como pressuposto o atendimento à diversidade e o diálogo como uma mediação e uma exigência. A construção do artigo se deu por meio do estudo de pesquisa bibliográfica, em especial em Paulo Freire, e conclusões a partir da visão da autora, em sua experiência como professora e atualmente, como Supervisora de Ensino em escolas públicas, tendo como referência a necessidade de se construir o respeito à diversidade na escola. Nesta perspectiva se propõe esta reflexão que deve servir de apoio para que a diversidade seja enfrentada pelos diferentes atores do espaço escolar, buscando através do diálogo mediar condições adequadas para todos os educandos.

O resultado esperado com o presente artigo é a possibilidade e a necessidade de uma revisão pessoal dos educadores e dos profissionais da escola como um todo, acerca da realidade vivida pelos educandos nas escolas públicas brasileiras, onde a falta de aceitação das diferenças, reforça as desigualdades dentro da escola e na sociedade, o que aumenta ainda mais as relações injustas de poder dentro e fora da escola

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.