De pedagogos a professores: balanço de uma década das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Pedagogia no Brasil

  • Aline Daiane Nunes Mascarenhas
  • Maria Amélia Santoro Franco

Resumo

As diretrizes curriculares nacionais que normatizam os cursos de Pedagogia no Brasil, acabam de completar uma década. Considerando-se os embates que precederam a efetivação de tais diretrizes, as incongruências epistemológicas percebidas por muitos pesquisadores, pergunta-se neste trabalho: quais os rebatimentos da nova estrutura curricular imposta pelas diretrizes, sobre os processos de formação de pedagogos? Como a dubiedade epistemológica da Pedagogia, entre ser bacharelado ou ser licenciatura, foi vivenciada na organização curricular dos referidos cursos? Para esse estudo, foi realizada uma meta-análise a partir de pesquisa de autoria de Mascarenhas (2015), em que se utilizou de questionários, de grupo focal e de análise documental, em triangulação com outras pesquisas já publicadas ,com base em trabalhos de Pimenta (1998; 2002, 2004), Libâneo (2000; 2006; 2010) e Franco (2008) que denunciam, a problemática em torno de um currículo fragmentado e a defesa do campo teórico da Pedagogia como a base da formação e da atuação profissional do pedagogo. Foi possível constatar a insuficiência da carga horária para formar perfis de diferentes profissionais em um único curso; bem como a descaracterização da figura do Pedagogo e de sua identidade profissional. Os dados sugerem a necessidade de uma reestruturação das referidas diretrizes, e a organização de dois trajetos formativos nos cursos de Pedagogia: um focado na licenciatura, com vistas a uma densa formação do professor das séries iniciais e educação infantil e outro, no bacharelado, para administração, coordenação e gestão escolar. 
Publicado
jan 31, 2017
Como Citar
MASCARENHAS, Aline Daiane Nunes; FRANCO, Maria Amélia Santoro. De pedagogos a professores: balanço de uma década das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Pedagogia no Brasil. Revista Internacional de Formação de Professores, [S.l.], p. 41-55, jan. 2017. ISSN 2447-8288. Disponível em: <https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/634>. Acesso em: 28 set. 2022.
Seção
ARTIGOS