Uma visão sobre a Prática como Componente Curricular utilizando oficinas pedagógicas e recursos midiáticos no Ensino de Química

Taysa da Silveira Chrysostomo, Jorge Cardoso Messeder

Resumo


O presente artigo é parte de uma dissertação de mestrado em Ensino de Ciências, em uma pesquisa realizada com licenciandos em química, do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), campus Nilópolis, cujo objetivo principal foi investigar como professores de química em formação podem se apropriar de propagandas televisivas como recurso didático. A pesquisa foi qualitativa, com análise interpretativa das informações obtidas nos encontros que ocorreram em uma das oficinas pedagógicas. Todos os registros das discussões foram feitos em áudio, e os resultados analisados segundo a metodologia da Análise Textual Discursiva (ATD), observando-se as contribuições do seu desenvolvimento para a prática pedagógica dos licenciandos em questão e consequentemente para a formação de professores. Os participantes da pesquisa realizaram ensaios de intervenção pedagógica com propagandas televisivas, onde foram organizados grupos de discussões sobre o uso deste recurso midiático como opção metodológica, e dos problemas atuais no ensino de química, além das dificuldades de se contemplar a Prática como Componente Curricular (PCC) no curso de licenciatura. As discussões em grupo serviram de subsídios para que os licenciandos pudessem pensar e repensar a prática pedagógica, com inserções de atividades e recursos que possibilitem, em um curso formação de professores, à procura de um ensino de Química mais diversificado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos





 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.