Narrativas Educativas de Professoras que atuam na Educação de Jovens e Adultos: Percepções sobre Gênero e Sexualidade

Bárbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama, Luiz Fábio Santos

Resumo


Este artigo é a síntese da dissertação de mestrado de Santos (2016) vinculada ao Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Narrativas, Formação e Trabalho Docente (NEPEN) desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – campus Sorocaba. Está centrada nas percepções sobre gênero e sexualidade de professoras que atuam na Educação de Jovens e Adultos (EJA), com a seguinte problemática: Quais as percepções sobre gênero e sexualidade evidenciadas nas narrativas educativas produzidas por professoras que atuam na EJA e a partir delas quais definições podem orientar suas práticas educativas? Para responder definiram-se os objetivos: Entender as percepções de gênero e sexualidade de professoras que atuam na EJA e a importância de discutir estas questões na afirmação do respeito às diferenças no espaço escolar. Apontar problemas para convergência entre o ato de educar e as questões ligadas a gênero e sexualidade na EJA. Discutir as questões de gênero e sexualidade nas relações do cotidiano escolar da EJA impulsionando a reflexão sobre os valores que marcam a nossa sociedade.   Estrutura-se a partir da perspectiva qualitativa e utiliza para produção de dados a elaboração de narrativas educativas em um curso de extensão, considera para a análise as categorias pré definidas por Nóvoa (2009): prática, profissão, pessoa, partilha e público. Como resultado vislumbra ofertar subsídios pedagógicos para melhoria da qualidade social da EJA.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.