O ato didático e o currículo em ação: aproximações necessárias na formação de professores

Sandra Faria Fernandes, Rosana Aparecida Ferreira Pontes

Resumo


Este texto tem por objetivo defender uma aproximação entre Currículo e Didática na formação de professores, destacando o ato didático como currículo em ação. No intuito de compreender como o ato didático constitui-se em currículo em ação, identifica as principais correntes teóricas que vêm influenciando o Currículo desde o início do século XX, dialogando com importantes pensadores da educação e do currículo, como Hamilton, Lopes, Macedo, Silva, Goodson, Fourquin, Moreira, Apple, Giroux. A seguir, com base em autores da área de formação de professores e didatas importantes, como Nóvoa, Freitas, Charlot, Pimenta, Franco, Fusari, discute as tensões e contradições que circundam o ato didático, em busca de identificar alternativas emancipatórias para a ação docente. Ao trazer dados de pesquisas na área do Currículo e da Didática, conforme Fernandes e Pontes, ressalta a importância da participação dos professores na elaboração e na implementação de propostas curriculares; bem como reafirma o professor como principal a(u)tor do ato didático, com poder de criar e recriar didaticamente, de modo multidimensional, conteúdos e formas de ensinar. Nesse sentido, justifica o ato didático como currículo em ação. O texto é permeado pelo pensamento de Freire que indica o caminho da práxis pedagógica, a fim de promover a aproximação entre Currículo e Didática, integrando teoriaeprática, ensinoeaprendizagem, políticaeprática, açãoreflexãoação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.