Justiça para vulneráveis: o caminho da educação

Fernando Gil Villa

Resumo


Este artigo realiza uma reflexão sobre as circunstâncias atuais nas quais ganham vida tanto as condições de existência, como a subjetividade que alimentam a vulnerabilidade. Se discute a relação que pode existir entre justiça e compaixão. Se defende que somente através de certos instrumentos educativos, como a poesia, bastante distantes do modelo que impera na atualidade, baseado no eficientismo, poderíamos romper com essa espécie de maldição filosófica na qual consiste a hipótese elitista da felicidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.