Formação docente e racionalidade comunicativa: pontos de intersecção

  • Marta Pastor da Silva Barreto Secretaria do Estado da Bahia (SEC/BA)
  • Úrsula Cunha Anecleto Universidade do Estado da Bahia (UNEB) Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Resumo

Discute sobre processo formativo para o professor-técnico, em um dos Centros Estaduais de Educação Profissional, no Território de Identidade do Sisal, e contribuição para o desenvolvimento da profissionalidade desse professor, a partir de um caráter reflexivo de concepções pedagógicas. Objetiva compreender como a formação colabora para a superação da racionalidade instrumental docente com vista à racionalidade comunicativa. Metodologicamente, ancora-se nos pressupostos da pesquisa colaborativa, desenvolvida a partir de sessões reflexivas com professores sobre seu fazer docente. Como resultado, aponta-se a importância de processos formativos construídos por uma relação dialógica e emancipatória, que possibilitem práticas docentes pautadas no agir comunicativo.
Publicado
jul 17, 2020
Como Citar
DA SILVA BARRETO, Marta Pastor; ANECLETO, Úrsula Cunha. Formação docente e racionalidade comunicativa: pontos de intersecção. Revista Internacional de Formação de Professores, [S.l.], jul. 2020. ISSN 2447-8288. Disponível em: <https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/1803>. Acesso em: 01 dez. 2022.

Palavras-chave

Formação Docente; Racionalidade Comunicativa; Educação Profissional.