A “in”visívibilidade dos temas da sexualidade no ambiente escolar e a formação docente

Solange Aparecida de Souza Monteiro, Paulo Rennes Marçal Ribeiro

Resumo


Na escola, o assunto sexo e sexualidade ainda hoje é apresentar informações sobre o tema, sem ter que assumir uma postura problematizadora e consciente. Desta forma, este estudo objetiva discutir a negação existente no espaço escolar de aluno LGBTs e a invisibilidade desses temas passando pela formação continuada do docente.  Para isso, foi realizada uma revisão crítica de literatura, realizou-se uma breve analise dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e a aprovação da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Apontamos a necessidade de questionar as práticas pedagógicas que não fizeram cumprir o proposto pelos PCN em um de seus temas transversais, a Orientação Sexual. E refletimos o contexto histórico de um fenômeno mundial de recrudescimento do conservadorismo e consequente retrocesso na agenda de direitos sexuais e reprodutivos, sobretudo impulsionados pela incidência do discurso religioso na política. Podemos perceber que mesmo com muitos preconceitos e tabus relacionados à sexualidade, é possível trabalhar a Educação Sexual em sala de aula por meio de atividades que são viáveis e podem favorecer o ensino da temática como os recursos didáticos, a sensibilização dos alunos e a prática reflexiva.

Palavras-chave


Diversidade sexual; Escola; Formação docente; LGBTs; Sexualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DOS DIREITOS DA INFÂNCIA (ANDI). Pautas e fontes para prevenção da gravidez e da Aids na adolescência. Nº 12 – junho e julho 2002. Acesso em 16 de set. de 2014.

ALMEIDA, Neil Franco Pereira de; MOTA, Maria Veranilda Soares. Docências que transitam pelas fronteiras das sexualidades e do gênero: a escola como espaço de imposições de poderes e resistências. Caxambu, 32ª reunião da ANPED, 2009. Disponível em: <32reuniao.anped.org/trabalhos>. Acesso em 16 de set. 2014.

ALTMANN, Helena. Orientação sexual nos Parâmetros Curriculares Nacionais. In: Revista Estudos Feministas. Vol 9, nº 2, 2001.

APPLE, Michael W. Educação e Poder. Trad. Maria Cristina Monteiro. – Porto Alegre, RS: Artes Médicas, 1989.

AQUINO, Júlio Groppa. (Org.). Sexualidade na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1997.

BARRETO, Andreia dos Santos Barreto Monsores Assumpção. Educação para igualdade na perspectiva de gênero. Dissertação de Mestrado, Fundação Getúlio Vargas, 2012.

BASSALO, Lucélia de Moraes Braga. Heteronormatividade ou reconhecimento? Professores e professoras diante da homossexualidade. Natal, 34ª reunião da ANPED, 2011. Disponível em: <34reuniao.anped.org/trabalhos>. Acesso em 16 de set. 2014.

BORRILO, Daniel. Homofobia: história e crítica de um preconceito. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

BOUDIEU, Pierre. O campo científico. In: Ortiz, R. Bourdieu P. Coleção: Grandes Cientistas Sociais. São Paulo: Ática, 1994.

BRASIL. Orientação sexual. In: Ortiz, R. Bourdieu P. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: pluralidade nacional e orientação sexual. Rio de janeiro: DP&A, v. 10, p. 107-161, 2000.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares: terceiro e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 2000.

BRITZMAN, Débora. O que é essa coisa chamada amor: identidade homossexual, educação e currículo. Educação & Realidade. Campinas, 1996.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Trad. Renato Aguiar. 4ª ed. RJ: Civilização Brasileira, 2012.

CONDE, Michele Cunha Franco. O Movimento Homossexual Brasileiro: sua trajetória e seu papel na ampliação do exercício da cidadania. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Goiás, 2004.

DINIS, Nilson Fernandes. Educação, relações de gênero e diversidade sexual. Educação & Sociedade. Campinas, 2008.

FOUCAULT, Michael. História da sexualidade: vontade de saber. Tradução de Maria Thereza de Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. 16. ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michael. A Ordem do Discurso. Aula inaugural no Collège de France, pronunciada em dois de dezembro de 1970. Trad. Laura Fraga de Almeida Sampaio. 5ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michael. Vigiar e punir. 21. ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

FURLANI, J. Sexos, sexualidades e gêneros – monstruosidades no currículo da educação sexual. Texto apresentado na 28º Reunião anual da ANPED – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Educação no GT 23 – Gênero, Sexualidade e Educação, 2005. Disponível em . Acesso em: 21 de set. 2014.

GREEN, James N. Além do Carnaval: homossexualidade Masculina no Brasil do Século XX. UNESP. São Paulo, 1999.

GUIRADO, Marlene. Sexualidade, isto é, intimidade: redefinindo limites e alcances para a escola. In: Aquino, Julio Groppa. Sexualidade na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1997.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós Modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. 8ª ed. RJ: DP&A, 2003. Disponível em: .

JUNQUEIRA, Rogério Diniz (Org.). Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Brasília: Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. UNESCO, 2009.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, História e Educação: construção e desconstrução. Educação e Realidade – 20 (2): p. 101 – 132 jul/dez. 1995.

LOURO, Guacira Lopes. Corpo Educado: pedagogia da sexualidade / Guacira Lopes Louro (organizadora). Trad. dos artigos: Tomaz Tadeu da Silva – Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

LOURO, Guacira Lopes. Corpo, Gênero e Sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Guacira Lopes Louro, Jane Felipe, Silvana Vilodre Goellner (orgs.). Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

LOURO, Guacira Lopes. Um Corpo Estranho: ensaios sobre a Sexualidade e Teoria Queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

MISKOLCI, Richard. Um corpo estranho na sala de aula. In: ABRAMOWICZ, Anete; SILVÉRIO, Valter Roberto. (Orgs.) Afirmando diferenças: Montando o quebra-cabeça da diversidade na escola. Campinas, SP: Papirus, 2005.

MISKOLCI, Richard. Abjeção e desejo. Afinidades e tensões entre a Teoria Queer e a obra de Michael Foucault. In: Rago, Margareth; Veiga-Neto, Alfredo (Orgs.). Para uma vida não-facista. Belo Horizonte: Autêntica, p. 325-338, 2009.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte: Autêntica: UFOP, 2012.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Identidades fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade em sala de aula. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2002.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Sexualidades em sala de aula: discurso, desejo e teoria queer. In: Moreira, Antônio Flávio Barbosa & CANDAU Vera Maria. Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

NÓVOA, Antônio. Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo. SINPRO-SP, Edição J.S. Faro e Priscila Gutierre. São Paulo, 2007

PEIXOTO, Valdenízia B. Violência contra LGTBs no Brasil: a construção sócio-histórica do corpo abjeto a partir de quatro homicídios. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade de Brasília, 2018.

PINTO, J. Rizzo. Corpos, movimento e educação - o desafio da criança e adolescente deficientes sociais. Rio de Janeiro: Sprint, 1997.

REALI, Noeli Gemeli. Homoparentalidade e escola: que conjugação é essa?. Caxambu, 32ª reunião da ANPED, 2009. Disponível em: 32reuniao.anped.org/trabalhos. Acesso em 16 de set. 2014.

SILVA JUNIOR, Paulo Melgaço da. Corpos, escola & sexualidade: um olhar sobre o programa de orientação sexual. Porto de Galinhas, 35ª reunião da ANPED, 2012. Disponível em: <35reuniao.anped.org/trabalhos>. Acesso em 16 de set. 2014.

SILVA, Tomaz Tadeu. A poética e a Política do currículo como representação. Trabalho apresentado no GT Currículo na 21ª Reunião anual da ANPED, 1998.

SILVA, Tomaz Tadeu. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SZYMANZKI, Heloísa. A relação família / escola: desafios e perspectivas. – Brasília: Líber Livro, 2010.

WEEKS, Jefrey. O Corpo e a Sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes (Org.) O Corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.