Perrogativas do ensino de filosofia: sentidos e possibilidades na educação

Alex Sander da Silva

Resumo


Nossa intenção aqui é para colocar de volta o debate sobre a filosofia de ensino no contexto obrigatório. Neste sentido, em primeiro lugar, vamos discutir em que medida o ensino de filosofia no atual contexto de obrigação, pode manter sua condição de formação crítica na escola e quais os seus limites e possibilidades. Em seguida, vamos tratar de algumas prerrogativas de ensino e aprendizagem da filosofia e, em particular, lidar com estas prerrogativas não fechados em si mesmos, sem saber de outras possibilidades, mas para indicar fatores importantes para a prática do professor no ensino da filosofia.

Palavras-chave


Filosofia; Ensino de Filosofia; Formação

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Metafísica. São Paulo: Editora Abril, 1973.

CARMINATI, C. J. O ensino de filosofia no II grau: do seu afastamento ao movimento pela sua reintrodução (a sociedade de estudos e atividades filosóficas-SEAF). 195 f. Dissertação Mestrado em Educação. Centro de Ciências da Educação – UFSC, Florianópolis, 1997.

CARMINATI, C. J. Formação e docência: a trajetória de professores de filosofia. Tese de Doutorado em Educação. Centro de Ciências da Educação – UFSC – Florianópolis, 2003.

CARMINATI, C. J. Sentidos do fazer e da formação do(a) professor(a) de filosofia do ensino médio. Anais da 27ª ANPED/2004.

CERLETTI. A.; KOHAN, W. A filosofia no ensino médio. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1999.

COLOMBO, O. P. Pistas para filosofar. v.1. Porto Alegre: Evangraf, 1999.

FAVARETTO, C. F. Notas sobre o ensino de filosofia. In: ARANTES, Paulo E. et al. A filosofia e seu ensino. São Paulo: Vozes/Educ, 1995. p. 77-85.

GARCIA, C. B. Filosofia, ação e mundo das aparências. In: FÁVERO, A., RAUBER, J., KOHAN, W. (org.). Um olhar sobre o ensino de filosofia. Ijuí: UNIJUÍ, 2002 - (Coleção filosofia e ensino), p. 53-66.

GALLO, S.; KOHAN, W. O. (org.). Filosofia no ensino médio. Petrópolis: Vozes, 2000.

JASPERS, K. Introdução ao pensamento filosófico. São Paulo: Cultrix, 1971.

KANT I. Crítica da Razão Pura. São Paulo: Nova Cultural, 1992.

KANT I. Resposta à pergunta: o que é Iluminismo? In: A paz perpétua e outros opúsculos. Lisboa: edições 70, 1990.

SCHNEIDER, P. R. Filosofia e ensino. In: FÁVERO, A., RAUBER, J., KOHAN, W. (org.). Um olhar sobre o ensino de filosofia. Ijuí: UNIJUÍ, 2002 - (Coleção filosofia e ensino), p. 67-83.

VON ZUBEN, N. A. Filosofia e Educação: atitude filosófica e a questão da apropriação do filosofar. In: Revista Pro-Posições. v. 3, n. 2, p. 7-27, jun. 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.