Desenvolvimento profissional e colaboração na escola: dois estudos em diálogo

Ana Sofia Pinho, Luciana Mesquita

Resumo


Neste artigo, após discorrermos sobre os posicionamentos conceptuais sobre desenvolvimento profissional e colaboração docente, damos conta de dois estudos realizados na área da educação em línguas, no contexto de departamentos de línguas: um, de natureza mais longitudinal, que visou compreender dinâmicas de trabalho colaborativo existentes no contexto de departamentos curriculares de línguas numa região de Portugal; outro, um estudo de caso, centrado na análise de uma comunidade de desenvolvimento profissional, que teve como fito a promoção de práticas colaborativas assentes no desenvolvimento de projetos interdisciplinares no contexto do departamento de línguas de uma escola. Concluímos com o cruzamento dos dois estudos e uma reflexão sobre possibilidades de promoção de um desenvolvimento profissional em educação em línguas baseado na colaboração docente em contexto escolar.


Palavras-chave


Formação de professores. Escola. Desenvolvimento profissional; Educação em línguas.

Texto completo:

PDF

Referências


ACHINSTEIN, B. Conflict amid community: The micropolitics of teacher collaboration. Teacher College Record, 104(3), 421-455, 2002.

ALARCÃO, I. Continuar a formar-se, renovar e inovar. In I. Sá-Chaves et al. (orgs.), Isabel Alarcão: Percursos e Pensamento (pp. 129-154). Aveiro: Universidade de Aveiro, 2006.

ALARCÃO, I.; CANHA, B. Supervisão e colaboração: uma relação para o desenvolvimento – Coleção NOVA CIDInE (n.º 5). Porto: Porto Editora, 2013.

ALARCÃO I.; SÁ-CHAVES, I. Supervisão de professores e desenvolvimento humano: uma perspectiva ecológica. In I. Sá-Chaves (org.), Formação, Conhecimento e Supervisão: Contributos nas Áreas da Formação de Professores e de Outros Profissionais (2. ed, pp. 133-148). Aveiro: Universidade de Aveiro, 2007.

ALARCÃO, I.; ROLDÃO, M. Supervisão: um Contexto de Desenvolvimento Profissional dos Professores. Mangualde: Edições Pedago, 2008.

ANDRADE, A. I.; PINHO, A. S. Línguas e Educação: práticas e percursos de trabalho colaborativo. Perspetivas a partir de um projeto. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2010.

ÁVILA DE LIMA, J. As culturas colaborativas nas escolas: estruturas, processos e conteúdos. Porto: Porto Editora, 2002.

BRONFENBRENNER, U. The Ecology of Human Development: Experiments by Nature and Design. Cambridge: Harvard University, 1979.

BOAVIDA, A. M.; PONTE, J. P. Investigação colaborativa: potencialidades e problemas. GTI (org.), Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp.43-55). Lisboa: APM, 2002.

DAY, C. Desenvolvimento Profissional de Professores: os Desafios da Aprendizagem Permanente. Tradução: Maria Assunção Flores. Porto: Porto Editora, 2001.

FERREIRA, F. I.; FLORES, M. A. Repensar o sentido de “comunidade de aprendizagem”: contributos para uma concepção democrática emancipatória. In M. A. FLORES; F. I. FERREIRA (orgs.), Currículo e comunidades de aprendizagem: desafios e perspetivas (pp. 201-248). Santo Tirso: De Facto Editores, 2012.

FULLAN, M.,; HARGREAVES, A. What’s worth fighting for in your school? Working together for improvement. Oxfordshire: Open University Press, 1992.

HARGREAVES, A. Os professores em tempos de mudança: o trabalho e a cultura dos professores na Idade Pós-Moderna. Alfragide: McGraw-Hill, 1998.

KELCHTERMANS, G. Teacher collaboration and collegiality as workplace conditions. A review. Zeitschrift für Pädagogik, 52(2), 220-237, 2006.

LITTLE, J. The persistence of privacy: autonomy and initiative in teachers’ professional relations. Teachers College Record, 91(4), 509-536, 1990.

LITTLE, J.; MCLAUGHLIN, M. Introduction. In J. Little; M. McLaughlin (eds.), Teachers’ work: individual, colleagues, and contexts (pp. 1-8). New York: Teachers College Press, 1993.

MARCELO, C. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo, Revista de Ciências da Educação, (8), 7-22, 2009.

MCLAUGHLIN, M.; TALBERT, J. Building school-based teacher learning communities: professional strategies to improve student achievement. New York: Teachers College Press, 2006.

MESQUITA, L. Colaborar para uma educação plural em línguas: que possibilidades em contexto escolar português? Tese de Doutoramento (não publicada). Aveiro: Universidade de Aveiro, 2016.

NETO-MENDES, A. Escola pública: “gestão democrática”, colegialidade e individualismo. Revista Portuguesa de Educação, 17(2), 115-131, 2004.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, J. Desenvolvimento profissional dos professores. In J. Formosinho (coord.), Formação de Professores. Aprendizagem profissional e acção docente (pp.221-284). Porto: Porto Editora, 2009.

PEREIRA, F. Desenvolvimento de práticas colaborativas na gestão do currículo – o papel do departamento curricular. Dissertação de Mestrado (não publicada). Aveiro: Universidade de Aveiro, 2002.

PINHO, A. S.; ANDRADE, A. I. Sobre narrativas projectadas: vozes de professores num contexto de formação colaborativa. In FEUSP/BIOGRAPGH (orgs.), Actas do IV CIPA – Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica. São Paulo: USP (CD-Rom), 2010.

PINHO, A. S; MOREIRA, G. Policy in practice: Primary school teachers of English learning about plurilingual and intercultural education. L1 – Educational Studies in Language and Literature, 12, 1-24, 2012.

ROLDÃO, M. Colaborar é preciso. Questão de qualidade e eficácia no trabalho dos professores. Noesis, (71), 24-29, 2007.

SCHLEICHER, A. Schools for the 21st-Century learners. Strong leaders, confident teachers, innovative approaches. International Summit on the Teaching Profession. OECD Publishing. Retirado de http://dx.doi.org/10.1787/9789264231191-en, 2015.

SHULMAN, L. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, 15, 4-14, 1986.

TAVARES, J; ALARCÃO, I. Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem. Coimbra: Almedina, 1999.

UWAMARIYA, A.,; MUKAMURERA, J. Le concept de ‘développement professionnel’ en enseignement: approches théoriques. Revue des sciences de l'éducation, 31(1), 133-155, 2005.

VIEIRA, F. Enhancing pedagogy for autonomy through learning communities: making our dream come true?, Innovation in Language Learning and Teaching, 3(3), 269-282, 2009.

WESTHEIMER, J. Learning among colleagues: teacher community and the shared enterprise of education. In M. Cochran-Smith, S. Feiman-Nemser, J. McIntyre,; K. Demers (eds.), Handbook of research on teacher education (pp. 756-783). New York and Abingdon: Routledge, 2008.

ZEICHNER, K. A Critical Analysis of Reflection as a Goal for Teacher Education. Versão revista de comunicação apresentada no ENDIPE (Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino), Porto Alegre, Brasil, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.