Dinâmicas em sala de aula: liberdade e interação social na produção do conhecimento

Jéssica Santana Assumpção de Oliveira, Silmara Silveira Lourenço, Hylio Lagana Fernandes

Resumo


Pesquisa-ação desenvolvida durante disciplina de estágio curricular do curso Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Federal de São Carlos – Sorocaba, a fim de potencializar a formação docente. Abordou metodologias pautadas na interação social para o processo de construção do saber no ensino de biologia em escolas públicas; visando romper com o método tradicional de ensino que devido ao caráter transmissivo e desvinculado do interesse dos estudantes torna a aprendizagem desgostosa. A atividade prática teve o intuito de estimular os educandos a partir de uma metodologia que permitisse liberdade em seguir as direções ditadas por seus próprios interesses em aula, tendo a sua curiosidade estimulada. A atividade ocorreu de modo que educandos, que antes se mostravam desinteressados, passaram a demonstrar interesse e confiança na figura do educador, o que facilita a interação e a atividade de ensino-aprendizagem. Ainda, enquanto licenciandas foi fundamental o exercício da prática para a nossa formação ao auxiliar na construção do elo teoria e prática.

Palavras-chave


Internship; Biology; Tea;her training. Methodology.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Adriana M. A utilização de metodologias lúdicas no ensino de Biologia: Estudo do valor educativo de jogos em escola urbana e rural. Disponível em: http://www.ceped.ueg.br/anais/IIIedipe/pdfs/2_trabalhos/gt04_fisica_quimica_biologia_cien cias/trab_gt04_a_utilizacao_de_metodologias_ludicas.pdf. Acesso em: 6 de novembro de 2014.

CAMPOS, Luciana M. A produção de jogos didáticos para o ensino de Ciências e Biologia: Uma proposta para favorecer a aprendizagem. Disponível em: http://www.unesp.br/prograd/PDFNE2002/aproducaodejogos.pdf. Acesso em: 7 de novembro de 2014.

DAVIS, Cláudia; SILVA, Maria A. S.; ESPOSITO, Yara L.. Papel e valor das interações sociais em sala de aula. Cad. Pesq., São Paulo (71): 49-54, novembro 1989.

DEMARTINI, Gabriel R. Articulação entre Paulo Freire e Herbert Marcuse para uma educação sexual humanizadora. 2015. 143f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, 2015.

ENGEL, Irineu G. Pesquisa-ação. Educar, Curitiba, n. 16, p. 181-191. 200. Disponível em: http://www.educaremrevista.ufpr.br/arquivos_16/irineu_engel.pdf. Acesso em: 3 de dezembro de 2014.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 14ª ed, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 60ª ed., 2016.

JORGE, Viviane L. Biologia Limitada: Um jogo interativo para alunos do terceiro ano do ensino médio. Disponível em: http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/1580.pdf. Acesso em: 06 de novembro de 2014.

KISHIMOTO, Tizuko M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. Cortez, São Paulo, 1996.

LUCCI, Marcos A. La propuesta de Vygotsky: la psicología sócio-histórica. Revista de currículum y formación del profesorado, 10, 2. 2006.

MIRANDA, Simão de. No fascínio do jogo, a alegria de aprender. In: Ciência Hoje, v.28, p. 64-66. 2001.

OLIVEIRA, João F.; MORAES, Karine N.; DOURADO, Luiz F. Função social da educação e da escola. 2009. Disponível em: http://escoladegestores.mec.gov.br. Acesso em: 20 maio 2017.

PIMENTA, Selma G. Pesquisa-ação crítico-colaborativa: construindo seu significado a partir de experiências com a formação docente. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a13v31n3.pdf. Acesso em: 10 de dezembro de 2014.

RABELLO, Elaine; PASSOS, José S. Vygotsky e o Desenvolvimento Humano. Disponível em: http://www.josesilveira.com/artigos/vygotsky.pdf. Acesso em: 10 de dezembro de 2014.

ROGERS, Carl R. Liberdade para aprender. 2 ed. Belo Horizonte: Interlivros, 1972.

SILVEIRA, Fabiana da. A contribuição das interações humanas e sociais para o processo educativo no contexto da escola inclusiva na percepção dos professores. 2012. 50f. Trabalho de Conclusão de Curso - Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

TRIPP, David. Pesquisa ação: Uma introdução metodológica. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf. Acesso em: 10 de dezembro de 2014.

VICENTE, Paulo. Jogos de empresas. São Paulo: MAKRON Books. 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.