Docência, gestão e pesquisa nas diretrizes curriculares nacionais para o curso de pedagogia

Olinda Evangelista, Jocemara Triches

Resumo


Discutir a configuração legal do Curso de Pedagogia após a aprovação da Resolução CNE/CP nº 1/06 (BRASIL, 2006b) – que deu nova organização ao Curso no Brasil – é o objetivo central deste trabalho[1]. Certamente não é possível empreender qualquer esforço desta natureza sem aludir a alguns elementos necessariamente constitutivos da problemática em tela. Em primeiro lugar, deve-se tratar a educação nas condições históricas em que é produzida, internacionais e nacionais. Significa dizer que para apreendê-la é preciso apreender suas múltiplas determinações, suas condições políticas de produção e suas relações orgânicas com o capitalismo. De outro lado, refletir sobre as funções do curso de Pedagogia, hoje, no Brasil, supõe pensá-lo articulando Educação Básica e Ensino Superior no âmbito das políticas do Ministério da Educação. O curso opera como elo entre a formação em nível superior e a atuação na Educação Infantil e nos ensinos Fundamental e Médio. Única licenciatura portadora desta característica é ela que lhe confere profunda complexidade, tanto do ponto de vista da sua implementação quanto de seu estudo. Tais colocações têm o sentido de indicar os limites da presente abordagem, posto que o instrumento legal ainda não gerou possibilidades de análise mais amplas, seja de seu conteúdo, seja dos cursos de pedagogia que com base nele estão sendo reorganizados.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Intern. Form. Prof., Itapetininga, SP, Brasil, e-ISSN 2447-8288

Ano de fundação: 2015

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.