Aspectos Gerais da ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar

Bianca Fogaça de Souza, Diego Peruchi Trevisan, Luiz Eduardo Moschini

Resumo


O objetivo deste trabalho foi realizar uma pesquisa no intuito de obter informações sobre a ferrugem alaranjada e realizar um levantado através do Censo Agropecuário de 2012 e 2014 sobre o monitoramento da incidência da ferrugem alaranjada no Estado de São Paulo, principal produtor brasileiro. Em 550,746 mil hectares, distribuídos em 20 variedades, observou-se que as variedades mais susceptíveis a ferrugem alaranjada foram RB853250, RB855453 e RB92579.


Texto completo:

PDF

Referências


AGROFIT. Sistema de Agrotóxicos Fitossanitário, 2014. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2017.

APS. American Phytopathological Society. Ferrugem Alaranjada, 2014. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2017.

BARBASSO, D.; JORDÃO, H.; MACCHERONI, W.; BOLDINI, J.; BRESSIANI, J.; SANGUINO, A. First report of Puccinia kuehnii, causal agent of orange rust of sugarcane, in Brazil. Plant Disease, v. 94, n. 9, p.1170, 2010.

CASTRO, L.A.S.; ROXA, N.E.M.; ABRANTES, V.L. Comunicado Técnico 109: Procedimento de visualização e avaliação do fungo Darluca filum, em folhas de ameixeira utilizando microscopia eletrônica. Embrapa Clima Temperado. Pelotas, RS, 2004, 3p.

CDA. Coordenadoria de Defesa Agropecuária. Ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar. Informativo Técnico, São Paulo, 2010, 9p. Disponível em Acesso em 02 de fevereiro de 2017.

COLLICCHIO, E. Zoneamento edafoclimático e ambiental para a cana-de-açúcar e as implicações das mudanças climáticas no estado do Tocantins. 2008. 157 p. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2008.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da Safra Brasileira – Cana de açúcar, Safra 2013-2014, levantamento em agosto de 2014,2014, 19p.

CRUZ, J.C.S.; JERONIMO, E.M.; PERDONA, M.J. Informações sobre a Ferrugem Alaranjada da Cana-de-Açúcar. Pesquisa & Tecnologia, vol. 11, n. 1, Jan-Jun 2014.

CTC. Centro de Tecnologia canavieira. Censo Varietal 2012, 2012. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2017.

CTC. Centro de Tecnologia canavieira. Censo Varietal 2013/2014, 2014. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2017.

CHERUBIN, N. Bom para umas, ruim para outras. Idea News cana & indústria. Ano 11, n. 142, setembro de 2012, p. 20-30.

EGAN, B.T. Rust. In: Sugar-cane Diseases of the World, Col. 2. p.60 - 68. Orgs: HUGHES, C.G. ABBOTT, E.V.; WISMER, C.A. 1ª ed, v.1. Amsterdam, Elsevier Publishing Company, 1964, 339p.

ESALQ. Pesquisa caracteriza variáveis climáticas para combater ferrugem alaranjada, 2011. Disponível em Acesso em 03 de dezembro de 2017.

FARR, D.F.; ROSSMAN, A.Y. Fungal Databases, Systematic Mycology and Microbiology Laboratory, ARS, USDA, 1ª ed, v.1, 2011, 400p.

FERRARI, J. T. Ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar. Documento técnico 005, 2010. Disponível em Acesso em 23 De Setembro de 2017,8p.

FIGUEIREDO, M.B.; M.M. PASSADOR. Artigo de revisão: Morfologia, funções dos soros e variações dos ciclos vitais das ferrugens. Inst. Biol., São Paulo, v.75, n.1, p.117-134, 2008.

GARCIA, E. O.; CASAGRANDE, M. V.; RAGO, A. M.; JUNIOR, N. S. M.: Preservação de urediniósporos de Puccinia melanocephala, agente causal de ferrugem em cana-de-açúcar. Summa Pphytopathologica. vol.33, no.2, p.152-156, Botucatu, 2007.

INDEX FUNGORIUM. Puccinia sp.,2013. Disponível em: Acesso em 23 de setembro de 2017.

KIMATI, H.; AMORIM, L.; REZENDE, J.A.M.; BERGAMIN FILHO, A.; CAMARGO, L.E.A. Manual de fitopatologia: Doenças das plantas cultivadas, 4ª ed. v. 2, Agronômica Ceres Ltda, São Paulo, 2005,189p.

MAGAREY, R.C. Orange rust. In: A Guide to Sugarcane Diseases, p. 121–125. Orgs: ROTT, P.; BAILEY, R.A.; COMSTOCK, J.C.; CROFT, B.J.; SAUMTALLY, S.A. Montpellier: CIRAD/ISSCT, La Librairie du Cirad, 2000, 339p.

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Produção da cana-de-açúcar. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2014.

MOREIRA, A.S. Ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar no Brasil: estudo de populações do patógeno e comportamento varietal,2013,88f. Tese (Doutorado em ciências) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Qieroz”, Piracicaba-SP,2013.

RYAN, C. C.; EGAN, B. T. Rust. In: RICAUD, C.; EGAN, B. T.; GILLASPIE JUNIOR, A. G.; HUGHES, C. G. Diseases of sugarcane. Amsterdam, p.189-210. 1ª ed. v. 1, Elsevier, 1989, 387p.

SACILOTO, R. F. Z. Inserção do gene PR5K em cana-de-açúcar visando induzir resistência ao fungo da ferrugem Puccinia melanocephala. 2003,89p. Dissertação (Mestrado em Ciências, Fisiologia e Bioquímica de Plantas) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba- SP.,2003.

SANTOS, D.L. Zoneamento da favorabilidade climática para a ocorrência da ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar nas principais regiões produtoras do Brasil e da Austrália. 2013,101p. Dissertação (Mestrado em Ciências, Fisiologia e Bioquímica de Plantas) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba- SP,2013.

SCORALERT. Sugarcane Orange Rust Alert System. Disponível em Acesso em 23 de setembro de 2015.

SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Ferrugem Alaranjada da Cana-de-açúcar, 2014. Disponível em . Acesso 23 de setembro de 2017.

ZUZA, J.L.M.F.; BORSATO, L.M.S.L. Análise de perdas agrícolas e econômicas ocasionada pela doença ferrugem alaranjada em canaviais comerciais de uma empresa de bioenergia no interior de São Paulo. Anais. XX Congresso Brasileiro de Custos – Uberlândia, MG, 2013,13p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.