A objetivação da prática escolar do PIBID de Educação Física em uma escola pública do interior do Paraná

Bruno Nicolau Cerine da Cruz, Gislaine Cristina Rogerio da Silva, Carlos Henrique Ferreira Magalhães

Resumo


Este texto apresenta a análise e a reflexão de aulas, objetivadas em uma escola pública do interior do Paraná, pelo PIBID/CAPES – Educação Física – UEM. A prática docente teve base teórica nos conceitos apresentados na obra Pedagogia Histórico-Crítica (SAVIANI, 2011), Educação Física Crítico-Superadora (SOARES et al, 1992) e Desenvolvimento do Psiquismo humano da Psicologia Histórico-Cultural (MARTINS, 2011). Para tanto nossa metodologia de trabalho se fundamenta no conceito de Problematização apresentado na obra de Saviani (2011). As reflexões e análises das observações e da prática escolar foram indicadoras do quanto uma atividade e a utilização de signos possuem a capacidade de atuar no desenvolvimento das ações e do psiquismo humano.

Texto completo:

PDF

Referências


DUARTE, Newton. A INDIVIDUALIDADE PARA-SI: contribuição a uma teoria histórico-social da formação do indivíduo. 2. Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1999. (Coleção contemporânea).

DUARTE, Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 2. ed. rev. e ampl. Campinas, SP: Autores Associados , 2001. (Coleção educação contemporânea). http://proletariosmarxistas.com/docs/Publicacoes%20diversas/Vigotski%20e%20o%20aprender%20a%20a%20prender.pdf. Acesso em 10/10/2016.

GASPARIN, J. L. Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica. 5º ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2012. (Coleção educação contemporânea).

MARTINS, L.M. O DESENVOLVIMENTO DO PSIQUISMO E A EDUCAÇÃO ESCOLAR: contribuições à luz da psicologia histórico cultural e da pedagogia histórico-crítica. 2011. 248 p. (Tese Livre-Docente). Departamento de Psicologia, Universidade Estadual Paulista. Bauru-SP, 2011.

MARTINS, L.M. A Internalização de Signos como intermediação entre a Psicologia Histórico Cultural e a Pedagogia Histórico-Crítica. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 7, n. 1, p. 44-57, jun. 2015.

MARTINS, L.M. Contribuições da Psicologia Histórico Cultural para a Pedagogia Histórico-Crítica. Exposição na Mesa Redonda “Marxismo e Educação: Fundamentos da Pedagogia Histórico-Crítica”. VII Colóquio Internacional Marx e Engels, IFCH-UNICAMP, 2012.

MARTINS, L.M. Os Fundamentos Psicológicos da Pedagogia Histórico-Crítica e os Fundamentos Pedagógicos da Psicologia Histórico-Cultural. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 130-143, dez. 2013.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 11.ed.rev.— Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

SOARES et al. Metodologia do Ensino de Educação Física. 1 ed., Editora Cortez. São Paulo – SP, 1992.

ENGELS, Friedrich, “O Papel do trabalho na transformação do macaco em homem”. In: ENGELS, F. O papel do trabalho na transformação do macaco em homem. São Paulo, Global Editora, 1986. pp. 11-37.

CAPES, F. M. E. Pibid – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid. Acesso em 10/02/2016.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. 169p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.