O aluno com transtorno de espectro autista: reflexões acerca das representações sociais de professores

Isabela Marques Micarelli, Solange Franci Raimundo Yaegashi

Resumo


Este artigo objetiva investigar Representações Sociais de professores acerca do aluno com Transtorno de Espectro Autista, respaldada pela Teoria das Representações Sociais de Serge Moscovici. Realizamos busca entre os anos de 2005 a 2018, em Banco de Teses e Dissertações da Capes, Periódicos da Capes,Scientific Eletronic Library Online e Google Acadêmico. Como resultados, observamos que os docentes discriminam os educandos com Necessidades Educacionais Especiais, em especial os alunos com TEA, tendo grande dificuldade de lidar com eles em sala de aula e que haja uma inclusão é necessário o preparo desses profissionais.


Palavras-chave


Representações Sociais. Transtorno de Espectro Autista. Professores.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, E. R. de. Sobre a Teoria das Representações Sociais. In: ALBUQUERQUE, E.R. de. Inclusão de alunos com deficiência nas representações sociais de suas professoras. 2007. 182f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007. p. 57-71.

ALMEIDA, S. A.; CAMPOS, P. H. F. Representações Sociais de professores da Educação Infantil sobre as práticas inclusivas e o aluno com Transtorno de Espectro Autista. In: CAMINHA, V. L. P. S. et al. Autismo Caminhos para Aprendizagem. 1ª ed. Colombia: Editorial Institucional de la Corporación Universitaria Iberoamericana, 2018, p. 57-74.

ALVES, M. D. As representações sociais dos professores acerca da inclusão de alunos com distúrbios globais do desenvolvimento. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2005.

ALVES-MAZZOTTI, A. J. Representações Sociais: Aspectos Teóricos e Aplicações à Educação. Revista Múltiplas Leituras, São Paulo, v.1, n. 1, p. 18-43, jan./jun. 2008. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-

i ms/index.php/ML/article/view File/1169/1181. Acesso em: 12 jul. 2019

ASSOCIAÇÃO DE PSIQUIATRIA AMERICANA (APA). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM-V). 4ª. ed. rev. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BORGES, S. As representações sociais de professores sobre o autismo. 2016. 24 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

BRAGA, C. C. S. Perturbações do espectro do autismo e inclusão: atitudes e representações dos pais, professores e educadores de infância. 2010. 130f. Dissertação (Mestrado) - Universidade do Minho, Largo do Paço, 2010.

BRASIL. Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012. Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista; e altera o § 3o do art. 98 da Lei no8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Brasília, DF, 2012. Disponível

em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12764.htm. Acesso em: 24 jul. 2019.

DURAN, M. C. G. Representações sociais: uma instigante leitura com Moscovici, Jodelet, Marková e Jovchelovitch. Educação & Linguagem, v. 15, n.25, p.228-243, 2012.

GUARESCHI, T.; NAUJORKS, M. I. As representações sociais de professores acerca da aprendizagem de alunos com distúrbios globais do desenvolvimento, 2006. Disponível em:

http://29reuniao.anped.org.br/trabalhos/trabalho/GT15-2192--Int.pdf Acesso em: 24 jul. 2019.

JOVCHELOVITCH, S. Os contextos do saber: representações, comunidade e cultura. Trad. Pedrinho Guareschi. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

KLIN, A. Autismo e Síndrome de Asperger: uma visão geral. Revista Brasileira Psiquiátrica, v.28, 2006, p.1-9. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rbp/v28s1/a02v28s1.pdf Acesso em: 12 jul. 2019.

MACHADO, L. B.; ANICETO, R. A. Núcleo central e periferia das representações sociais de ciclos de aprendizagem entre professores. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro , v. 18, n. 67, p. 345-363, 2010.

Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v18n67/a09v1867.pdf. Acesso em: 11 out. 2019.

MOREIRA, R. C. P. Representações dos docentes do 1º ciclo do ensino básico face a crianças com Síndrome de Asperger. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Escola Superior de Educação Almeida Garrett, 2011.

MOSCOVICI, Serge. A psicanálise, sua imagem e seu público. Trad. Sonia Fuhrmann. Petrópolis: Vozes, 2012.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social.

ed. Trad. Pedrinho Arcides Guareschi Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

PRADO, A. E. F. G.; AZEVEDO, H. H. O. A teoria das representações sociais: revisitando conceitos e sugerindo caminhos. PUCPR: Curitiba, X Congresso Nacional de Educação – EDUCERE. p. 5093-5105, 07 a 10 de novembro de

Disponível em:

hhttps://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/5963_2978.pdf

Acesso em: 21 mai. 2019..

SANTOS, M. P.; SILVA. K. R. X. Representações sociais sobre o “professor inclusivo”: competências interpessoais e políticas de formação de professores em questão. TEIAS: Rio de Janeiro, ano 9, n. 18, p. 12-26, julho/dezembro, 2008. Disponível em: https://www.e-

publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/viewFile/24040/17009

Acess o em: 21 mai 2019

SANTOS, M. A.; SANTOS, M. F. S. Representações sociais de professores sobre o autismo infantil. Psicologia & Sociedade, v.24, n.2, p. 364-372, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v24n2/13.pdf. Acesso em: 24 out. 2019.

SILVEIRA, A. P. As representações sociais de professores do ensino fundamental sobre aluno surdo: a [in] visibilidade na inclusão escolar. 2011. 209 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado do Pará, Belém, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.