Histórias de cuidado e perigo: reflexões sobre a relação entre a biomedicina e outras medicinas

Adriana Ines Strappazzon, Renata Palandri Sigolo

Resumo


Este artigo busca trazer diferentes noções sobre saúde e práticas de cuidado que perpassam o projeto Jardins da História: Medicinas Indígenas. Partindo de histórias indígenas sobre saúde e mundo até narrativas suscitadas nos participantes do Jardins, procura-se relatar a diversidade de modos de se perceber saúde. Então, argumenta-se que esta diversidade está presente no encontro das pessoas com a biomedicina, compondo o acervo de explicações que elas acessam para falarem de si e de suas práticas de cuidado. Propõe-se uma relação entre sujeitos de saber caracterizada pelo afeto e pela escuta, valorizando narrativas e histórias.



Palavras-chave


Biomedicina. Plantas medicinais. Medicinas indígenas. Narrativas. Antropologia da saúde

Texto completo:

PDF

Referências


CABRAL DE OLIVEIRA, Joana. Ensaio sobre práticas cosmopolíticas entre famílias wajãpi. Sobre a imaginação, o sensível, o xamanismo e outras obviedades. Mana (Rio de Janeiro. Online), v. 21, p. 297-322, 2015.

CASTRO, Eduardo Viveiros de. Perspectivismo e multinaturalismo na América indígena. in: A inconstância da alma selvagem e outros ensaios de antropologia. São Paulo, Cosac Naify, 2011;

______A floresta de cristal: notas sobre a ontologia dos espíritos amazônicos. in: Cadernos de Campo, São Paulo, n. 14/15, p. 1-382, 2006.

FOLLÉR, Maj-Lis. Intermedicalidade: a zona de contato criada por povos indígenas e profissionais de saúde. in: Saúde dos povos indígenas: Reflexões sobre antropologia participativa/Organizado por Esther Jean Langdon e Luiza Garnelo - Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Antropologia; Contra Capa Livraria, 2004;

FOUCAULT, Michel. O Nascimento da Clínica. Rio de Janeiro, Editora Forense Universitária, 2015;

______ Microfísica do poder. 10. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2006;

GARNELO, Luiza. Poder, hierarquia e reciprocidade: saúde e harmonia entre os Baniwa do Alto Rio Negro. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2003;

HERZLICH, Claudine. A Problemática da Representação Social e sua Utilidade no Campo da Doença. in: PHYSIS – Revista de Saúde Coletiva. Vol. 1, Número 2, 1991;

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã yanomami. São Paulo, Companhia das Letras, 2015;

KOPENAWA, Davi; GOMES, Ana Maria. O cosmo segundo os yanomami: hutukara e urihi. in: Rev. UFMG, Belo Horizonte, v. 22, n. 1 e 2, p. 142-159, jan./dez. 2015;

LANGDON, Esther Jean. Representações de doença e itinerário terapêutico dos siona da Amazônia Colombiana. in: Saúde e povos indígenas/Organizado por Ricardo Santos e Carlos Coimbra Jr. - Rio de Janeiro: Fiocruz, 1994;

MENÉNDEZ, Eduardo. Modelos de atención de los padecimientos: de exclusiones teóricas y articulaciones prácticas. in: Ciência & Saúde Coletiva, 8 (1): 185-207, 2003;

MCCALLUM, Cecilia. O corpo que sabe – Da epistemologia Kaxinawá para um antropologia médica das terras baixas sul-americanas. in: Antropologia da Saúde: Traçando Identidade e Explorando Fronteiras/ organizado por Paulo César Alves e Miriam Cristina Rabelo. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz/Editora Relume Dumará, 1998;

OLIVEIRA, Diogo. Arandu Nhembo’ea: Cosmologia, Agrucultura e Xamanismo entre os Guarani-Chiripá no litoral de Santa Catarina. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Esther Jean Langdon, 2011;

PEREIRA, Pedro Paulo Gomes. O silêncio e a voz, Nas tramas de um debate, Em torno da vida. in: De corpos e travessias: uma antropologia de corpos e afetos. São Paulo: Annablume, 2014;

QUEIROZ, Marcos S. Uma perspectiva histórica e antropológica sobre os conceitos de Positivismo e de paradigma científico. in: Saúde e doença: um enfoque antropológico. Bauru, SP: EDUSC, 2003;

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2010;

VICTOR, Turner. Floresta de Símbolos: aspectos do ritual Ndembu. Rio de Janeiro: Eduff, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.