Psicologia e pacientes renais crônicos: relato de experiência de estágio supervisionado

Régis Buldo Pires, Paulo Francisco de Castro

Resumo


Este artigo foi produzido a partir da experiência de estágio supervisionado específico em processos grupais na graduação do curso de Psicologia. As atividades práticas ocorreram em uma clínica nefrológica com pacientes em tratamento de hemodiálise na Zona Leste de São Paulo. O Relato de Experiência visa discorrer sobre a importância do acolhimento para pacientes renais crônicos e os impactos psíquicos decorrentes do adoecimento e das condições impostas pelo tratamento. A composição compartilha experiências práticas, manejo com questões emergentes coletivas em espaços grupais e refere a importância da atuação do psicólogo durante o tratamento de hemodiálise. 


Palavras-chave


Processos grupais. Psicologia da saúde. Nefrologia. Hemodiálise.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, P. F. Epidemiologia. In: CUPPARI, L.; AVESANI, C.M.; KAMIMURA, M.A. et al. Nutrição na doença renal crônica. Barueri: Manole, 2012, p. 3 -14.

AMIRATTI, A. L. Fisiopatologia da doença renal crônica. In: CUPPARI, L.; AVESANI, C.M.; KAMIMURA, M.A. et al. Nutrição na doença renal crônica. Barueri: Manole, 2012, p.15 -31.

BIFULCO, V. A.; CAPONERO, R. Cuidados Paliativos: Conversas sobre a vida e a morte na saúde. Barueri: Manole, 2016, p. 95-126.

CARVALHO, M. L. A. Grupos com pacientes hemodialisados. In: MELO FILHO, J. (Org.). Grupo e corpo: psicoterapia de grupo com pacientes somáticos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011, p. 367 - 374.

CASTRO, P. F.; ROCHA JÚNIOR, A. Considerações sobre elementos psicológicos observados em pacientes renais crônicos. In: Congresso Brasileiro de Psicologia da Saúde, 2. 2010, Uberlândia. Anais... São Bernardo do Campo: ABPSA/UMESP, 2010 p. CD-ROM.

DINIZ, D. P.; SCHOR, N. Psiconefrologia: humanização e qualidade de vida. In: Guia de Qualidade de Vida. Barueri, SP: Manole. 2006, p. 35 - 53

EATON, D. C.; POOLER, J. P. Fisiologia Renal In: RAFF, H; LEVITZKY, M. G. et al. Fisiologia Médica: Uma Abordagem Integrada. Porto Alegre: AMGH, 2012. p. 397-485.

FREUD, S. Carta 52. In: FREUD, S. Edição Standard Brasileira das obras completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1990 [1896], v. 1, p. 324-331.

FREUD, S. Recordar, repetir e elaborar (Novas recomendações sobre a técnica da psicanálise II). In: FREUD, S. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 2006 [1914], v. 12, p. 161-163.

FREITAS, P. P. W.; COSMO, M. Atuação do Psicólogo em Hemodiálise. Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, Rio de Janeiro, v. 13, n. 1, p. 19-32, 2010.

KAWAKAME, P.M.G.; MIYADAHIRA, A. M. K. Qualidade de vida de estudantes de graduação em enfermagem. Revista da escola de enfermagem da USP, São Paulo, v. 39, n. 2, p. 164-172, 2005 .

LOUREIRO, A. C. T.; COELHO M. C. R. O cuidado integral e os desafios de conviver com a doença renal crônica In: FUKUMITSU, K. O. Vida, morte e luto: Atualidades Brasileiras. São Paulo: Sumus Editorial, 2018, p. 118-126.

MACHADO, L. R. C.; CAR, M. R. A dialética da vida cotidiana de doentes com insuficiência renal crônica: entre o inevitável e o casual. Revista da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, v. 37, n. 3, p. 27-35, 2003.

MATURANA, A. P. P. M.; CALLEGARI, B.; SCHIAVON, V. Atuação do psicólogo hospitalar na insuficiência renal crônica. Psicologia hospitalar, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 94-116, jan. 2016.

MESTRE, M. et al. Perdas Biopsicossociais e Doença Renal Crônica. Revista Gestão & Saúde. Curitiba, v. 14, n. 2, p. 01-12, 2016.

MOURÃO JÚNIOR, C. A.; ABRAMOV, D. M. Fisiologia Essencial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

OLIVEIRA, F. C. M. A arte da reescritura: uma ressignificação? Jornal do Instituto de Psicanálise. São Paulo, v. 44, n. 80, p. 127-140, 2011.

OMS. The World Health Organization Quality of Life Assessment (WHOQOL): position paper from the World Health Organization. Social science and medicine. v.41, n.10, 1995, p.403-409.

PICHON-RIVIÈRE, E. Teoria do vínculo. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

RODRIGUES, R. T. S.; LIMA, M. G. S.; AMORIM, S.F. Transplante renal e hepático: a intervenção psicológica no Hospital Geral. In: BRUSCATO, W. L.; BENEDETTI, C.; LOPES, S. R. A. A Prática da Psicologia Hospitalar na Santa Casa de de São Paulo: novas páginas em uma antiga história. 2.ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2009, p.135-154.

RODRIGUES, T. A.; BOTTI, N. C. L.; Cuidar e o ser cuidado na hemodiálise. Acta Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo, v. 22, n. spe2, p. 528-530, 2009.

SANTOS, V. F. C. et al. Percepções, significados e adaptações à hemodiálise como um espaço liminar: a perspectiva do paciente. Revista Interface (Botucatu), v. 22, n. 66, p. 853-863, 2018.

SIMONETTI, A. Manual de Psicologia Hospitalar. 2.ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.

VELLOSO, Rosana Laura Martins. Efeitos da hemodiálise no campo subjetivo dos pacientes renais crônicos. Revista Cógito, Salvador, v. 3, p. 73-81, 2001.

VIANA, D. L.; VERAS, M. C.; SANTANA, R. C. Nefrologia. In: PORTO, A.; VIANA D. L. (Orgs.) Curso didático de enfermagem. 8.ed. Rio de Janeiro: SENAC, 2014, p. 368-380.

WALLON, H. P. H. A Evolução Psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.