O desenvolvimento profissional de egressos do curso de pedagogia participantes do programa de iniciação à docência PIBID

Viviane Gomes Zuim Queiroz, Maria de Fátima Ramos de Andrade

Resumo


Esta pesquisa se propôs investigar a inserção profissional dos egressos de 2012 a 2014, do curso de Pedagogia da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, participantes do PIBID. Optou-se por um estudo qualitativo, análise dos documentos legais do Programa, realização de questionários e observação em sala de aula.  A análise dos dados constatou que os egressos demonstram-se dispostos a pensar a gestão da sala de aula e garantir a participação de seus alunos no contexto escolar. Com a realização do estudo, intencionamos contribuir com o tema formação inicial e identificar elementos norteadores para a proposta do curso de Pedagogia.

Palavras-chave


PIBID; Formação docente; Professor iniciante

Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, I.; ROLDÃO, M. C. Um passo importante no Desenvolvimento profissional dos Professores: o ano de indução. Formação Docente: Revista Brasileira de Pesquisa de Formação de Professores. Belo Horizonte, v. 06, n. 11, p. 109-126, ago./dez., 2014.

ANDRÉ, M. Políticas e programas de apoio aos professores iniciantes no Brasil. Cadernos de Pesquisa, v.42, n.145, p.112-129, jan./abr. 2012.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília: Casa Civil da Presidência da República, 1996. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2016.

BRASIL. Decreto nº 7.219. Dispõe sobre o PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo. Brasília/DF, 24 jun. 2010. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7219.htm>. Acesso em: 22 jul. 2016.

BRASIL, Ministério da Educação. Portaria nº 096, de 18 de julho de 2013. Regulamento do programa institucional de bolsa de iniciação à docência. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2017.

FIORENTINI, D.; CRECCI, V. Interlocuções com Marilyn Cochran-Smith sobre aprendizagem e pesquisa do professor em comunidades investigativas. Revista Brasileira de Educação. Espaço Aberto, v. 21, n. 65, p. 505-524, abr.-jun. 2016.

GABARDO, C. V.; HOBOLD, M. S. Início da docência: investigando professores do ensino fundamental. Formação Docente: Revista Brasileira de Pesquisa de Formação de Professores. Belo Horizonte, v. 03, n. 05, p. 85-97, ago.-dez. 2011.

GARCIA, C. M. Formação de professores: para uma mudança educativa. Portugal. Editora Porto, 1999.

GATTI, B. A.; ANDRÉ, M. E. D. A. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em Educação no Brasil. In: WELLER, Wivian; PFAFF, Nicolle (Orgs.). Metodologias da pesquisa qualitativa em educação: teoria e prática. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

GATTI B. A.; ANDRÉ, M. E. D. A.; GIMENES N.A.S.; FERRAGUT, L. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). São Paulo: FCC/SEP, 2014. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2016.

MIZUKAMI, M. G. N. Aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Revista do Centro de Educação, v. 29, n. 02, 2004.

ROMANOWSKI, J. P.; MARTINS, P, L. O. Desafios da formação de professores iniciantes. Disponível em:

VAILLANT, Denise; MARCELO, Carlos. Ensinando a ensinar. As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Editora Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.