Access-color-blind: diretrizes para o design de apps acessíveis às pessoas com daltonismo

Thaíres Alves de Jesus Gonçalves, Aline Ellias Cardoso Verhalen, Luciana Correia Lima de Faria Borges, Patricia Cristiane de Souza

Resumo


Reconhecendo que pessoas com deficiência visual e limitações (PcDL) necessitam de recursos específicos para acessar a tecnologia, este trabalho propõe um roteiro que aplica as normativas da Web Accessibility Initiative (WAI) relacionadas a problemas de visão, com o apoio de ferramentas de testes para promover o design acessível de Apps móveis, em especial à usuários daltônicos. Em um experimento foi verificado que o esforço necessário a ser aplicado durante o projeto de sistemas para garantir a acessibilidade aos daltônicos é pequeno em comparação a gama de usuários que podem ser atendidos.


Palavras-chave


Acessibilidade. Projeto de sistemas acessíveis. Daltonismo. Diretrizes. Iniciativa Web Acessível.

Texto completo:

PDF

Referências


ADOBE XD. Disponível em https://www.adobe.com/br/products/xd.html. Último acesso 29 de abr. 2018.

ANEXO D – Pontos de Checagem verificáveis por Avaliação Humana – Versão 1.0. Disponível em: Último acesso em 29 de abr. 2018.

BARANAUSKAS, M. C. C.; DE SOUZA, C. S.; PEREIRA, R.. I GranDIHC-BR— Grandes Desafios de Pesquisa em IHC no Brasil. Relatório Técnico. Comissão Especial de Interação Humano-Computador (CEIHC) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), 27-30. (2012)

CARVALHO, Lucas Pedroso; FREIRE, André Pimenta. Native or Web-Hybrid Apps? An Analysis of the Adequacy for Accessibility of Android Interface Components Used with Screen Readers. In: Proceedings of the XVI Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems. ACM, 2017. p. 38

CHICANELLI, R. T.; DE SOUZA, P. C.; DE FARIA BORGES, L. C. L. Mobile-PrivAcess: Method for analyzing accessibility in mobile applications from the privacy viewpoint abiding by W3C. International Conference on Universal Access in Human-Computer Interaction. Springer, Cham, 2018. p. 18-37.

COLOR ORACLE. Design for the Color Impaired. Disponível em: http://colororacle.org/index.html

COLORS ON THE WEB. Color Contrast Analyzer. Disponível em: http://www.colorsontheweb.com/Color-Tools/Color-Contrast-Analyzer

DA SILVA, C. F.; FERREIRA, S. B. L.; RAMOS, J. F. M. Acessibilidade do WhatsApp sob a perspectiva de pessoas com deficiência visual. In: Proceedings of the XV Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems. ACM, 2016. DA SI Acessibilidade do WhatsApp sob a perspectiva de pessoas com deficiência visual. XV Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, 2016.

GARCIA, F. E. A. de S.; LUQUE, L.; CUNHA, G. J.; PAVARINI, L. Aplicação da Interação Humano-Computador no Desenvolvimento de Interfaces Gráficas Destinadas a Daltônicos. Revista Eletrônica eF@tec, v. 3, n. 2, 2013.

HOW TO MEET WCAG 2. Disponível em: < https://www.w3.org/WAI/WCAG20/quickref/.> Último acesso 28 de mai. 2018.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010: Resultados gerais da amostra. Disponível em: Último acesso 01 de jun. 2018.

JEFFERSON, L.; HARVEY, R. An Interface to Support Color Blind Computer Users. In: Proceedings of the SIGCHI conference on Human factors in computing systems. ACM, 2007. p. 1535-1538.

JUICY STUDIO. Disponível em: Último acesso 22 de abr. 2018.

MELO, D. G.; GALON, J. E. V.; FONTANELLA, B. J. B. Os "Daltônicos" e suas Dificuldades: condição negligenciada no Brasil? Physis - Revista de Saúde Coletiva [online], Rio de Janeiro, vol. 24, n.4, out./dez. 2014.

MOBILE ACCESSIBILITY: How WCAG 2.0 and other W3C/WAI Guidelines apply to mobile. Disponível em:< https://www.w3.org/TR/mobile-accessibility-mapping/>. Último acesso em: 29 de abr.2018.

MODELO DE ACESSIBILIDADE EM GOVERNO ELETRÔNICO (eMAG). Disponível em: . Último acesso em: 29 de abr. 2018.

PARK, K.; GOH, T.; SO, H. Toward Accessible Mobile Application Design: developing mobile application accessibility guidelines for people with visual impairment. In: Proceedings of HCI Korea (HCIK´15). Seoul, Republic of Korea, p. 31-38, 2014.

PHOTOSCAPE. Disponível em:< http://www.photoscape.org/ps/main/index.php.> Último acesso em: 29 de abr. 2018.

RIBEIRO, M. M. G.; GOMES, A. Recoloração de Web Conteúdos para Daltônicos: recoloração de imagens. In: 2ª Conferência Internacional em Design e Artes Gráficas. ISEC, 2012. p. 470-473.

RODRIGUES, B. E. S. Guia de Boas Práticas para Acessibilidade de Interfaces Digitais para Usuários Daltônicos. Projeto de Conclusão de Curso, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

RODRIGUEZ, A. M. J. Q. Usabilidad Web para Usuarios Daltónicos. Revista Científica Puente, Medelim, Colombia, v. 8, n. 1, p. 71-78, 2014.

SANTOS, F. A. dos; SANTOS, C. H. da S. Narrador do Microsoft Windows: análise da acessibilidade. Revista Brasileira de Iniciação Científica (RBIC), Itapetininga, SP, Brasil, v. 5, n.1, p. 154-170. Disponível em: (2018).

TAKATA, A. Ferramenta de Acessibilidade adaptável aos Daltônicos e às Redes Móveis. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso, Instituto de Matemática e Estatística, Universidade de São Paulo. São Paulo.

TECHNIQUES FOR WEB CONTENT ACCESSIBILITY GUIDELINES 1.0. Disponível em: Último acesso em: 22 abr. 2018.

TEST YOUR APP'S ACCESSIBILITY. Disponível em: Último acesso em: 28 mai.2018.

THE WORLD WIDE WEB CONSORTIUM (W3C). Disponível em:< https://www.w3.org/.> Último acesso em: 05 mai. 2018.

WEB CONTENT ACCESSIBILITY GUIDELINES (WCAG) 2.0. Disponível em: Último acesso em:05 mai. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.