Análise do reflexo do SPED na arrecadação: um estudo na cidade de Itabaiana e no estado de Sergipe

Verônica de Andrade Mendonça, Nadielli Maria dos Santos Galvão, Dionei de Souza Lessa

Resumo


O objetivo desse estudo foi identificar de que forma a implantação do SPED contribuiu na arrecadação do munícipio de Itabaiana e no estado de Sergipe entre os anos 2005 a 2017. Verificou-se que no período de estudo houve aumento substancial dos valores angariados, sendo que a diferença entre o período antes e após a implantação do SPED foi estatisticamente significativa. Tal resultado se harmoniza com o que foi discutido em estudos anteriores que apontavam para o fato de que através da implantação desse mecanismo as empresas aumentaram seus faturamentos declarados, levando em consideração o risco de serem autuadas pelo fisco.

 


Palavras-chave


Impostos; SPED; Tributação

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, M. J; O impacto da implantação do Sistema Público de Escrituração Digital – SPED nas empresas do setor Têxtil e de confecção, segundo a percepção dos gestores das empresas, Mestrado Profissional em Controladoria Empresarial (Dissertação) Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2016.

AMARO, Luciano. Direito Tributário Brasileiro. 16ª edição, São Paulo, Editora Saraiva, 2010.

ASSAF NETO, Alexandre. Estrutura e Análise de Balanços: um enfoque econômico-financeiro. 11ª edição, São Paulo, Editora Atlas, 2015.

BACKI, T.H; GRANDO, T; MARTINS, V. Q; JUNIOR, A.C.B. Percepção dos empresários sobre as vantagens e as desvantagens do SPED fiscal: um estudo de caso no município de Guaporé, RS, Revista Gestão e Desenvolvimento, v 13, n. 2, p. 128-149, 2016.

BEUREN, I.M; LONGARAY, A.A; RAUPP, F.M; SOUSA, M.A.B; COLAUTO, R.D; PORTON, R.A.B. Como elaborar trabalhos Monográficos em Contabilidade. 3ª edição, São Paulo, Editora Atlas, 2006.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acessado em: 25 de junho de 2018.

BRASIL. DECRETO Nº 6.022, DE 22 DE JANEIRO DE 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6022.htm. Acessado em: 26 de junho de 2018.

BRASIL. LEI Nº 13.044, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2014.. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13044.htm. Acesso em: 22 de maio de 2018.

CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL. LEI Nº 5.172, DE 25 DE OUTUBRO DE 1966. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L5172.htm. Acesso em: 20 de maio de 2018.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. SPED. Disponível em: https://cfc.org.br/tecnica/areas-de-interesse/sped/. Acesso em: 20 de maio de 2018.

FABRETTI, Láudio Camargo. Contabilidade Tributária. 15ª edição, São Paulo, Editora Atlas, 2015.

FERREIRA, Marcelo Rodrigo Portela. Análise da sensibilidade dos testes de normalidade de Jarque-Bera e Lilliefors em modelos de regressão linear. Rev. Mat. Estat., São Paulo, v.24, n.4, p.89-98, 2006.

FIELD, Andy – Descobrindo a estatística usando o SPSS – Trad. Lorí Vialli. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FLICK, Uwe. Introdução á Metodologia de Pesquisa: um guia para iniciantes. São Paulo, Editora Penso, 2013.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar Projetos de Pesquisa. 4ª edição, São Paulo, Editora Atlas, 2008.

INFONET. O PIB dos municípios sergipanos (2010). Publicação em: 17 de dezembro de 2012. Disponível em: https://infonet.com.br/noticias/o-pib-dos-municipios-sergipanos-2010/. Acessado em 21 de junho de 2018.

INFONET. Sergipe em números. Publicação em: 19 de agosto de 2013. Disponível em: https://infonet.com.br/noticias/sergipe-em-numeros/. Acessado em: 20 de junho de 2018.

ITABAIANA. História do Município. Atualizado em: 7 de maio de 2018. Disponível em: https://itabaiana.se.gov.br/historia. Acessado em: 26 de junho de 2018.

IUDÍCIBUS, Sérgio de. Teoria da Contabilidade. 10ª edição, São Paulo: Editora Atlas, 2010.

LIMA, E.S; Pesquisa sobre redução nos custos de conformidade tributária e os investimentos no Sistema Público de Escrituração Digital – SPED no Brasil, Mestrado em Ciências Contábeis e Atuariais (Dissertação), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.

MARTELLO, Alexandro. G1. Após 3 anos de queda, arrecadação federal avança 0,6% em 2017, para R$ 1,34 trilhão. Publicação em: 26 de janeiro de 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/apos-3-anos-de-queda-arrecadacao-federal-avanca-06-em-2017-para-r-134-trilhao.ghtml. Acessado em: 30 de junho de 2018.

OLIVEIRA, Pedro Henrique Eduardo; LUSTOSA, Paulo Roberto Barbosa; SALES, Isabel Cristina Henriques. Comportamento de custos como parâmetro de eficiência produtiva: uma análise empírica da companhia Vale do Rio Doce antes e após a privatização. Revista Universo Contábil. Blumenau, v. 3, n. 3, 0. 54-70, set./dez. 2007.

PASSOS, G.R.P; SPED – Sistema Público de Escrituração Digital: um novo paradigma em termos de conformidade tributária, Mestrado em Ciências Contábeis, (Dissertação), Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, 2010.

PETRI, S.M; KOETTKER, B.H.S; OLIVEIRA, T.M; PETRI, L.R.F; CASAGRANDE, M.D.H; Escrituração Fiscal Digital (EFD): vantagens e desvantagens a partir da literatura selecionada, Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 12, n. 36, p. 53-69, 2013.

RECEITA FEDERAL. Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros. Arrecadação da Receita Administrada pela RFB por município - 2004 a 2017.xlsx. Disponível em: http://idg.receita.fazenda.gov.br/dados/receitadata/arrecadacao/arrecadacao-das-receitas-administradas-pela-rfb-por-municipio/arrecadacao-da-receita-administrada-pela-rfb-por-municipio-2004-a-2017.xlsx/view. Acessado em: 26 de junho de 2018.

RECEITA FEDERAL. Publicações: Revista Fato Gerador. Disponível em: http://idg.receita.fazenda.gov.br/publicacoes. 1ª a 14ª edições. Acessado em: 26 de junho de 2018.

RIBEIRO, Osni Moura. Estrutura e Análise de Balanços Fácil. 11ª edição, São Paulo, Editora Saraiva, 2014.

SEBOLD, M; SCHAPPO, C; PIONER, L.M; PIONER, J.J.M. Evolução da contabilidade brasileira: do governo eletrônico ao sistema público de escrituração digital – SPED, Florianópolis – SC, 4º Congresso de Iniciação Científica em Contabilidade,v. 31, n. 2, p. 23-32, 2012.

SILVA, A.F; PASSOS, G.R.P; GALLO, M.F; PETERS, M.R.S; SPED – Sistema Público de Escrituração Digital: influência nos resultados econômico-financeiros declarados pelas empresas, R. bras. Gest. Neg. v. 15, n. 48, p. 445-462, 2013.

SILVA, A.L.M; AZEVEDO, E.P.R.S; VASCONCELOS, A.L.F.S; TAVARES, M.F.N; GOMES, M.J. Percepção dos contadores quanto às dificuldades de competência técnica para a implantação do SPED nas entidades do terceiro setor, em cumprimento à instrução normativa nº 1.510/2014, Natal - RN, Revista Ambiente Contábil , v. 10. n. 1, p. 347, 2018.

SPED. Apresentação. Disponível em: http://sped.rfb.gov.br/pagina/show/1494. Acessado em: 11 de junho de 2018.

SPED. Benefícios. Disponível em: http://sped.rfb.gov.br/pagina/show/965. Acessado em: 11 de junho de 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.