Escola profissional feminina para moças pobres segundo a imprensa brasileira, 1889 – 1930

Palloma Victória Nunes e Silva, Juliana Santos de Oliveira, Betânia de Oliveira Laterza Ribeiro

Resumo


Trata de uma pesquisa sobre escola profissional feminina na imprensa. A premissa da investigação é que o binômio cidadania-educação possibilitou o direito ao voto feminino no Rio Grande do Norte. A metodologia seguiu referenciais teóricos do método histórico dialético. As fontes de estudo incluem mensagens de governadores estaduais, discursos proferidos, legislação educacional e a imprensa. A análise dessas fontes seguiu referencial teórico-metodológico e dialético. Os resultados apontam articulação entre preparação profissional escolar feminina e sufrágio feminino no Rio Grande do Norte com ênfase na Escola Doméstica e mudança do oficio feminino.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, D. S.; ALMEIDA, M. Z. C. M. Políticas Educacionais: refletindo sobre seus significados. Educativa (UCG), v. 13, 2010

Baleeiro, Aliomar. (2012). 1891 Constituições Brasileiras. 3. ed. Subsecretaria de Edições Técnicas, Brasília : Senado Federal.

Biblioteca Nacional Digital Brasil, recuperado de

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2002.

Decreto nº 1.606, de dez de 1906.Crea uma Secretaria de Estado com a denominação de Ministerio dos Negocios da Agricultura, Industria e Commercio. Recuperado de

Decreto nº 7.566 de set de 1909. Créa nas capitaes dos Estados da EscolasdeAprendizes Artífices, para o ensino profissionalprimario e gratuito. Acesso em setembro de 2017. Recuperado de

Louro, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação. Petrópolis, RJ. Uma perspectiva pós-estruturalista /: Vozes, 1997

MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O voto feminino no Brasil. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2018.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MENDES, Juliana Maia. As porteiras foram abertas: Cidadania e sufrágio feminino no Rio Grande do Norte. Natal: UFRN, 2016

MOURA, A. B. O discurso da cidadania em Marshall: a influência do modelo clássico na teoria jurídica moderna. JURISVOX. Patos de Minas: UNIPAM, (10):22u201034, 2010.

Soihet, Rachel. A pedagogia da conquista do espaço público pelas mulheres e a militância feminista de Bertha Lutz. Revista Brasileira de Educação, Set/Out/Nov/Dez 2000 Nº 15.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.