Estudo cienciométrico de Nanocosméticos

Camila Costa Silveira, Amanda dos Reis Correia, Lucas Henrique Ferreira Sampaio, Fernanda Melo Carneiro

Resumo


Os nanocosméticos tem atraído a atenção da comunidade científica por proporcionar resultados mais rápidos do que os cosméticos convencionais. Assim, esse estudo objetiva promover uma síntese do conhecimento produzido sobre nanocosméticos no mundo entre 1995 e 2015. Ocorreu um número pequeno de publicações com o primeiro artigo só em 2005. Os trabalhos abordam aspectos relacionados a biossegurança, contaminação ambiental e legislação. Apesar do claro interesse econômico pela produção de nanocosméticos, a maioria das pesquisas foram desenvolvidas por universidades.

Palavras chave: Nanotecnologia. Cosméticos. Revisão sistemática.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIOU, C. et al. Sunscreens–what's important to know. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology, v. 22, n. 9, p. 1110-1119, 2008.

ANTUNES, A. F. V. Sistemas nanoparticulados aplicados à dermocosmética. 2016. Dissertação de mestrado. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Escola de Ciências e Tecnologias da Saúde. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2016.

ANVISA, Agência nacional de vigilância sanitária. Resolução RDC nº 81, 05 de novembro de 2008, p. 7. Disponível em: . Acesso em: 19 dez. 2017.

BAILLO, V. P.; LIMA, A. C. Nanotecnologia aplicada à fotoproteção. Revista Brasileira de Farmácia, v. 93, n. 3, p. 271-278, 2012.

BARIL, M. B. et al. Nanotecnologia aplicada aos cosméticos. Visão Acadêmica, v. 13, n. 1, 2012.

DULLEY, R. D. BIOSSEGURANÇA: muito além da biotecnologia1. Rev. de Economia Agrícola, v. 54, n. 2, p. 27-41, 2007.

FALLEIROS, J. P. B.; BRANDL, A. L.; DA FONSECA, A. R. A. Aplicações da nanotecnologia no diagnóstico e tratamento de câncer. Nucleus, v. 8, n. 1, 2011.ISSN 1982-2278. Disponível em: . Acesso em: 10 dec. 2017. doi:http://dx.doi.org/10.3738/nucleus.v8i1.453.

FERREIRA, J. I. P. R. Desenvolvimento nanotecnológico de dispositivos biomédicos e dermocosméticos. 2012. Tese de Doutorado. [sn]. Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde. Disponível em: . Acesso em 12 jun. 2016.

LAHORGUE, M.A. A incubação de empresas de nanotecnologia no Brasil: oportunidades e desafios. Biblioteca Digital de la Asociación Latino-Iberoamericana de Gestión Tecnológica, 1(1) 2013.

LEITE, M. F. et al. Prospecção tecnológica sobre o uso da nanotecnologia em formulações fotoprotetoras. Cadernos de Prospecção, v. 8, n. 4, p. 725, 2015.

LEITE-SILVA, V. R. et al. The effect of formulation on the penetration of coated and uncoated zinc oxide nanoparticles into the viable epidermis of human skin in vivo. European Journal of Pharmaceutics and Biopharmaceutics, v. 84, n. 2, p. 297-308, 2013.

MONTEIRO, E.O. Filtros solares e fotoproteção. RBM Especial Dermatologia e Cosmiatria, São Paulo, v. 67, p. 5-18, 2010.

NAZARENKO, Y. et al. Potential for inhalation exposure to engineered nanoparticles from nanotechnology-based cosmetic powders. Environmental health perspectives, v. 120, n. 6, p. 885, 2012.

NOHYNEK, G. J.; DUFOUR, E. K.; ROBERTS, M. S. Nanotechnology, cosmetics and the skin: is there a health risk?. Skin pharmacology and physiology, v. 21, n. 3, p. 136-149, 2008.

NOHYNEK, G. J. et al. Grey goo on the skin? Nanotechnology, cosmetic and sunscreen safety. Critical reviews in toxicology, v. 37, n. 3, p. 251-277, 2007.

PARDEIKE, J.; HOMMOSS, A.; MÜLLER, R. H. Lipid nanoparticles (SLN, NLC) in cosmetic and pharmaceutical dermal products. International journal of pharmaceutics, v. 366, n. 1, p. 170-184, 2009.

PASCHOALINO, M. P. et al. Os nanomateriais e a questão ambiental. Química Nova, Vol. 33

PISCOPO, M. R. et al. O setor brasileiro de nanotecnologia: Oportunidades e desafios. Revista de Negócios, v. 19, n. 4, p. 43-63, 2015.

PLENTZ, F.; FAZZIO, A. Considerações sobre o Programa Brasileiro de Nanotecnologia. Ciência e Cultura, v. 65, n. 3, p. 23-27, 2013.

QUINA, F. H. Nanotecnologia e o meio ambiente: perspectivas e riscos. Química Nova, v. 27, n. 6, p. 1028-1029, 2004.

RIBEIRO, M. S. L. et al. Análise cienciométrica em ecologia de populações: importância e tendências dos últimos 60 anos-DOI: 10.4025/actascibiolsci. v29i1. 125. Acta Scientiarum. Biological Sciences, v. 29, n. 1, p. 39-47, 2007.

ROCO, M. C.; BAINBRIDGE, W. S. Societal implications of nanoscience and nanotechnology: Maximizing human benefit. Journal of Nanoparticle Research, v. 7, n. 1, p. 1-13, 2005.

VÁZQUEZ, L. M. D. Inclusão de nanociências e nanotecnologias na sala de aula. Revista de la asociacion de Maestros de Puerto Rico, v. 56, n. 1 p. 8-15 - ISSN 2372-9635 , 2015.

ZANETTI-RAMOS, B. G.; CRECZYNSKI-PASA, T. B. O desenvolvimento da nanotecnologia: cenário mundial e nacional de investimentos. Revista Brasileira de Farmácia, v. 89, n. 2, p. 95-101, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.