Estudo do comportamento reológico e estabilidade da polpa de cupuaçu (Theobroma grandinflorum)

Simara Ferreira Borges, Valkerline Pinto Pires, Romildo Martins Sampaio, Harvey Alexander Villa Vélez

Resumo


Foi avaliado o comportamento reológico da polpa de cupuaçu em função da concentração e temperatura. O modelo de Ostwald-de-Waelle foi utilizado para o ajuste dos reogramas. A polpa de cupuaçu comportou-se como fluido não-newtoniano do tipo pseudoplástico. Avaliou-se o efeito da temperatura através da equação tipo Arrhenius, com valores de Ea na faixa de 2393,49 - 3772,19 J/mol. Finalmente, comprovou-se experimentalmente que a turbidez é diretamente proporcional à velocidade de homogeneização

Texto completo:

61-75

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, SP, Brasil, ISSN: 2359-232X

 Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.